A notável arquitetura em meio aos Vinhedos Australianos

IMG_5281
Na fazenda Combe, Vale do Yarra, no estado da Victoria, Australia.
Quando eu mudei para a Austrália eu não fazia a menor idéia da importância que aquele país representa na produção de vinhos mundial, mas não demorou muito para eu me dar conta. A indústria de vinhos australiana é a quarta maior exportadora mundial, com aproximadamente 750 milhões de litros por ano. Os vinhos na Austrália são produzidos em todos os Estados existentes naquele país, e em mais de 60 regiões designadas, totalizando aproximadamente 160.000 hectares. Os tipos mais comuns encontrados são o Shiraz, Cabernet Sauvignon, Chardonnay, Merlot, Semillon, Pinot Noir, Riesling e Sauvignon Blanc. O vinho australiano mais famoso é o Penfolds Grange, este vinho já ganhou mais de 50 medalhas de ouro em concursos nacionais e internacionais.
IMG_5272
Com minha mãe, dona Anita, na fazenda Combe. Onde provei o melhor espumante até hoje!

Quando minha mãe foi me visitar na Austrália, em Janeiro de 2014, tivemos o prazer de visitar algumas das quase 2000 casas de vinhos da Austrália. A maioria destas são de pequenas operações. A região que escolhemos foi a do Yarra Valley, ao longo do rio que a nomeia, localizada ao leste de Melbourne, Victoria, onde eu morava. Os vinhos produzidos nesta região são mais comumente o Chardonnay, espumantes e Pinot Noir. A principal vantagem dessa região produtora de vinhos está na proximidade ao centro urbano de Melbourne, assim, recebem mais de 3.1 milhões de visitantes a cada ano, é um passeio tradicional e imperdível! Na época consegui o passeio de um dia ao Yarra Valley em troca de um trabalho de tradução que realizei para um empresa de turismo de Melbourne. Saímos próximo às 9 da manhã do centro da cidade, pegamos um ônibus com outros turistas, maioria de europeus, e a primeira parada foi na deliciosa fábrica de chocolates Yarra Valley Chocolaterie, em meio aos belos campos do vale do rio Yarra. A segunda parada foi em uma estufa de frutas vermelhas orgânicas, a Gateway Estate, sabores e cores indescritíveis! Ali eles também fabricam licores dessas frutas. A terceira parada foi em uma pequena casa de vinhos chamada Combe Farm, onde provamos da melhor espumante que já tive o prazer de encontrar, tive que comprar uma garrafa! Paramos então para almoçar em uma cidadezinha muito interessante, Healesville, aproximadamente 7 mil habitantes, com arquitetura charmosa, quase toda em estilo arquitetônico Vitoriano.

Deliciosas frutas orgânicas para degustação, fizeram parte do passeio.
Deliciosas frutas orgânicas para degustação, fizeram parte do passeio.

Essa cidade já foi cenário para vários filmes e seriados locais. Lá também provamos o melhor risotto vegetariano da história, minha mãe vai lembrar. Após o almoço fomos para o ponto alto deste passeio, a casa de vinhos Dominique Portet, com uma história que remete à 10 gerações, iniciando no século 18 em Bordeaux. “Aqui encontrei um vinho com fragrância e estrutura rememorativos aos vinhos de Bordeaux. O Yarra tem um charme e beleza que te engolfam e seus vinhos são mundanos.” diz Dominique Portet (nona geração).

Na casa de vinhos Dominique Portet, de origem francesa.
Na casa de vinhos Dominique Portet, de origem francesa.

A arquitetura da fazenda compreende um belo chateau em estilo arquitetônico francês, jardins com chafariz e estátuas francesas, quadra de bocha e adegas especialmente instaladas para manter as propriedades e qualidade dos vinhos ali produzidos. Foi simplesmente transcendental, um passeio que se deve superestimar pois com certeza não irá te decepcionar. Mais do Yarra Valley através das lentes da minha câmera acesse: www.facebook.com/vonderliebl CHEERS MATE!

IMG_5348
Aqui, observando os belos campos do vale do Yarra, cobertos de videiras.